terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Courchevel 1850 no natal - Hotel Les Airelles.

O primeiro natal longe do país e sem referências natalinas. Decidi então procurar um lugar que por si já tivesse clima de natal: a neve! E, uma vez decidido que a viagem seria para as montanhas, passei à caça de hotéis com atividades para crianças.

Lembrei de ter lido algo à respeito de um hotel meio bucólico, estilo palácio e que usualmente recebia príncipes e princesas, de verdade, e que ficava em Courchevel 1850 (são quatro vilas de Courchevel, aparentemente, quanto mais alta, mais cara - 1300 (Le Praz), 1550, 1650 (Moriond) e 1850). Saindo de Genebra, onde eu estaria, seria uma excelente opção: apenas 2 horas de carro.


PS: Paramos em Annecy para almoçar.  Uma graça e o melhor foundue que comi na vida num ambiente super gracinha com atendentes extremamente simpáticos... Restaurant Le Sarto ;):


Ah, o Hotel! Tchantchantchantchan: Les Airelles! Ski in, ski out, direto da pista Jardin Alpin... O prédio mais lindo que já pude ver, com os funcionários vestidos de forma peculiar (boinas e capas brancas), com uma decoração de montanha incrível...


Reservei dois quartos: uma suíte (Junior Suíte no térreo - 40m2) e um quarto comum (Superior Double Room - 25m2), conectados. Confesso que o quarto comum é um pouco pequeno e que a suíte já tem um tamanho mais agradável por ter uma pequena salinha de estar. De ambos a vista era a pista, toda enfeitada de renas natalinas de pisca pisca.


Superior Double Room.



Junior Suíte, com as jaquetas da head que ganhamos ao nos hospedar, meias de ski... Detalhe no banheiro para os amenities Hermés - isso mesmo: um perfume inteiro 100ml da Hermés...

No quarto tinham chocolates, bichinhos de pelúcia para as crianças... As grades de proteção na cama foram colocadas ao chegarmos e o bercinho já estava lá. Havia um roupão para o meu filho mais velho, chinelos pequenos...

Para os adultos, além do "miminho" inicial da jaqueta, cada dia uma lembrancinha no quarto... Necessaires, carteira de couro, porta-cabos usb, um porta-retrato com um foto nossa nos slopes... Aliás, as fotos do dia chegavam sempre à noitinha com o turn down service, para escolhermos e pedirmos na recepção.


O tal "Reino das Crianças" (Children's Kingdom) encantou meus filhos. A mais nova, de quase 2 anos, ficou todas as manhãs lá enquanto esquiávamos, e não enjoou. Havia um mini cozinha, uma casinha de bonecas, livros, jogos, vídeos... Por vezes um lanchinho. Para meu filho, o encanto ficou por conta do pequeno castelo e dos jogos eletrônicos (tipo Arcade).


A cada dia havia uma atividade para as crianças: patinação no gelo, show de mágica, noite das fantasias... Mas os que meu filho mais amou, disparados, foram andar de motoneige (snowmobile) e passear de bobsled (trenó) tracionado por cachorros (nessa pudemos ir junto):


O hotel estava super decorado para o natal, no tema Alice no País de Les Airelles... A cada passada pela recepção, uma paragem das crianças...



Além disso, houve a ceia de natal no restaurante principal. Todos muito bem vestidos e, apesar de ser gala, um vestido mais coquetel com uma meia calça parecia a opção mais comum. Homens estavam de camisa e gravata, além de paletó.

No dia 25, o papai noel chegou pela manhã no hotel de carruagem. Um presente para cada mini hóspede - bloquinhos de encaixe para minha filha, Playmobil polícia para meu menino... Eles vibraram!!!

Há piscina aquecida (pro meu gosto nem tanto assim, mas percebi ser um hábito europeu, pois consideram que a piscina mais pro quente, como eu gosto, parece uma hot tub), hot tub, spa La Mer, ski shop com Bogner, Toni Sailor, Fendi... E uma estaçãozinha com barrinhas de cereal, cookies e bebidas quentes para uma parada durante o ski. Só não ache que vai ter trabalho em colocar e tirar as botas... Eles as calçam em você e deixam seus skis na pista!!!

Ah, os restaurantes. Havia o café da manhã (excelente, mesmo) e uma refeição por dia incluída na diária, que podia ser em um dos 3 restaurantes do hotel à noite ou de dia no buffet (ainda havia a opção de mais 2 ou 3 na pista, nos quais passamos e gostamos, mas como optamos por fazer as refeições sempre com as crianças, acabávamos optando pelos do hotel mesmo). Havia o Le Coin Savoyard (sala dedicada à comida típica: raclette, foundue, tartiflette), o Cala di Volpe (meio italiano, entrada, primeiro prato e segundo) e o Pierre Gagnaire (estrelado Michelin, jantar degustação, muitooo bom).

Esquiamos com professora particular que nos buscava no hotel, bem como contratamos uma para nosso filho de 5 anos (Claire Gastini - a melhor e mais paciente instrutora que já vi para crianças).

Lembra da história das princesas que escrevi no começo? Havia uma dessas lá... (Jisuis, mas se eu contar que a princesa que estava lá era o ser mais engraçado que já vi na vida... De tão exagerada, parecia ser uma atriz fazendo piada para chamar atenção... Peruca na cintura, boca com enchimento, batom vermelho, bordados dourados, cada pose um clique (pensa num ser que gosta de aparecer... multiplique pelo maior número que conhecer) e SAIA VOAL COM BOTA DE PELOS...).







Nenhum comentário:

Postar um comentário